segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Por amor



Estou entre eles
por amor
Atada e afetada
pelos seus lados
sombrios 
Eles espalham dor
muita dor
A dor que nAo
lhes serve
Eu
feito lixeiro
compelido a recolher
tudo para mim
por amor
coleciono as dores
propagadas
NAo querem
mais nada de mim
sou apenas
o catador dos
dejetos emocionais
E por amor
estou a enlouquecer
no lugar deles.

12 comentários:

Lourdinha Vilela disse...

Belíssimo!!!
Saudades daqui.
Um abraço

Anônimo disse...

Será isso certo?

Urbano Gonçalo disse...

Olá!
Sempre bom passar aqui e ler a tua inspiração!
Quero desejar-te um Feliz Natal e um Bom Ano Novo também.
Beijinhos fica bem.

Nilson Barcelli disse...

Belo poema.
Gostei.
Minha querida amiga, desejo-te um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO.
BOAS FESTAS
para ti e para a tua família.
Beijo.

Parapeito disse...

a enlouquecer...que seja sempre por amor.
gostei, gostei muito**

Batom e poesias disse...

Lourdinha, sua presença faz falta em minha casinha.
Bjs

Batom e poesias disse...

Caro Anônimo, certamente não é correto, mas é o que faço.
Ou talvez, meu "eu lírico"?
Abços

Batom e poesias disse...

Olá Urbano. Grata pelo carinho.
Abços

Batom e poesias disse...

Nilson, também senti sua faltas em minhas paragens...
Bjs

Batom e poesias disse...

Que bom que gostou "Parapeito". Volte sempre.
Abços

doni seo disse...

obat kuat

pemutih badan

obat asam urat

obat pelangsing

obat hernia

obat diabetes

obat herbal

game pc

obat kuat semarang

doni seo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.