quarta-feira, 15 de agosto de 2012



Não me exalte
nem me
endeuse
De diva
só tenho
as duvidas
Sou uma
mulher
tão qualquer
Que de
tão meras
esperas
e precários
desejos...
Só ando a
almejar
um beijo.

26 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Nossa, é isso: pra ser mesmo uma mulher, temos de ser "uma mulher qualquer". As divas certamente sofrem de ausências atávicas.
Como sempre, mais um poema teu que me fala forte nesta hora minha.
Beijos,

Whesley Fagliari disse...

Querida,

Quem dera mais mulheres assim: "tão qualquer"! Mas, com as qualidades suas... Seria magnífico! Beijo para vc! Lindo demais!

Luz e Paz!

Bípede Falante disse...

quanta revelação guarda um beijo!!
quanta...
beijoss :)

Tati disse...

Que bonito, a complexidade do simples. Parabéns pela precisaa escolha das palavras.

Caroline Godtbil disse...

A imagem é linda e a poesia encantadora. Composição perfeita.
Beijo.

Batom e poesias disse...

Tania, seu comentários sao sempre oportuno e voce é uma querida.
Bjs

Batom e poesias disse...

Ei Wesley, quanto tempo! Que bom que apareceu, meu amigo.
Grata pelo carinho.

bj

Batom e poesias disse...

Lelena, ja dizia Zeca Balero: "O maior desejo da boca, é o beijo."

:D
Bjcas

Batom e poesias disse...

Grata pela visita Tati.
Feliz que tenha gostado.

bj

Batom e poesias disse...

Caroline, muito grata pela presença e pelas palavras gentis.

Bjs

Will Moa disse...

Tão sutil tua poesia e tão bacana teu espaço.

Encantado...

Mateus Medina disse...

E daquilo que é mais simples, é feita a "diva" e a mulher "tão qualquer"...

Ainda bem que elas se completam e se intercalam...

bjos

Batom e poesias disse...

Will, adoro suas cronicas, mas nao sei como comentar no seu blog.
Fico feliz por vir aqui.

bjs

Batom e poesias disse...

Uma mulher inteira é feita de muitas partes, Mateus.
Grata por vir.

bjs

Mário Lopes disse...

O que pode desejar
a boca
senão
outra boca,
disse o poeta.
Entre lábios
pode-se morrer,
disse também.
Quando o vento beija
as águas
tem nome de mulher.
Que nome terá
se elas
estremecerem?
Só ando a
almejar
um beijo...


Enganadora simplicidade. O fundo ali tão perto. Que nada! Lindo, poeta.
Beijo.

Primeira Pessoa disse...

de diva, as dúvidas,condição humana.
bom te ver, rossana.
bom te ler.

Lourdinha Vilela disse...

Linda Poesia, Tenho a impressão de estar lendo um conto que me prende em cada palavra e me inquieta pra saber o desfecho, e como sempre me surpreendo e me encanto.
Um abraço.

Batom e poesias disse...

Mario, estou tao feliz que apareceu por aqui.
Tantas saudades de ti e de teus comentarios...
Que bom.

Bjs

Batom e poesias disse...

Roberto, eu que o diga!
Bom te receber, querido.

Bjs

Batom e poesias disse...

Sou grata por vir, Lourdinha.
E feliz por gostar.
Bjs

mirian lamy disse...

espetaculo...

mirian lamy disse...

estou + para a perfeita imperfeição.. perfeita suas palavras...

mirian lamy disse...

opa...imperfeição na grafia...eu quis dizer "perfeitas suas palavras" bjs

Batom e poesias disse...

Mirian, entendi, querida.

bjcas

byTONHO disse...



Ca...rente a pele!

:o)

Lola disse...

MAVAVILHOSA!