sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010



Ando pela noite
madrugadas
Assim sem rumo
coração impuro
nenhum prumo


Desventurada
e por um fio
vago inerte
em noites incertas


Experimento em volta
multidão de mortos
numa ciranda mórbida
Junto a vivos tortos


Girando em torno a mim
Avançam conturbados
Rostos distorcidos


E no meio de tudo
Ainda pela noite
vago sem rumo
Letargo
Pesadelo
Sonho acordada...

Rossana Masiero

50 comentários:

Ribeiro Pedreira disse...

Sensações angustiantes de noites sem horas, sem sono e sem fim.

.Leonardo B. disse...

[um piano, uma sonata nocturna em letra, em forma de estrela inquieta, revolta, revolvida... sulco de palavra, grande]

um imenso abraço

Leonardo B.

entremares disse...

A noite é pano de fundo para todos os devaneios.
Tudo encobre, tudo distorce, tudo disfarça.

Os sonhos acontecem, acordados.

Tudo de bom para ti,
Rolando

tonhOliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tonhOliveira disse...



Estes pesadelos são quase realidade!

O mundo tá tão triste e chato,

só a POESIA salva!

Beij♥!

Batom e poesias disse...

Ribeiro, mesmo nas noites sem fim, há de ter luz.
Que bom que voltou.

bjs

Batom e poesias disse...

Leonardo, inquietude é meu nome...
"sulco de palavra grande" é lindo.

bjcas

Batom e poesias disse...

Rolando
Como canta Ivan Lins:
"A noite tem guardado seus rancores gravados à faca e canivete, à lápis e gilete por dentro das pessoas..."

Tudo de bom pra você também
bj

Batom e poesias disse...

TonhO, meu querido
Sua Arte é poesia, e se não nos salva, ao menos nos redime temporariamente das dores.

Gosto de montão!♥
bjcas

Adriana Karnal disse...

Rossana,
perambulando, divagando...a noite sem rumo é dos amantes...

Mateus Araujo disse...

Eu já tendo a assaltar a geladeira HASUASHASHS

bjooo *_*

Batom e poesias disse...

Adriana,
e eu nem tinha pensado nisso... rss
Estava com saudades
bjcas

Batom e poesias disse...

Mateus
Você tem sempre alguma coisa comovente para dizer... kkkk

Andava sumido, moço.

Bjs

Mirse Maria disse...

Melhor não dormir a ter a experiência de multidão de mortos junto a vivos tortos.

Depois do pesadelo, suor e medo!

Ai Ross! Calafrios senti.

Mas a cadência e o ritmo do poema lembra Allan Poe.

Beijos amiga querida!

Bom carnaval!

Mirse

Lara Amaral disse...

Os sonhos sempre nos vêm distorcidos, enquanto a realidade, após os pesadelos, embaça nossa visão, retorcem nossa mente.

Muito bom poema, Rossana!

Beijos, ótimo findi procê!

Batom e poesias disse...

Mirse, você é muito querida...
Calafrios é muito bom.`
Ótimo carnaval também, amiga.
bjca

Batom e poesias disse...

Larinha, minha doce...

Distorcidos, retorcidos,
o importante é ter sonhos
e ter fevereiro
pra gente sambar... rss

Brigadinho pelo toque da "famacia"
Já ajeitei.

bejim

Mário Lopes disse...

Quando a noite desce
pelos muros e pelas paredes
e entra pelas janelas
das casas desabitadas
-ninguém quer ser isolada por ela-
eu percorro a rua
que dá para o bar
onde ela não conseguiu entrar
e procuro um rosto,
um sorriso, um olhar,
que tenha guardado
a última e doce luz do dia,
como se só essa
conseguisse apagar as sombras
que se agarram ao meu pensamento
quando o cansaço me invade
e me permitisse regressar a casa
sem me deter na ponte sobre o rio
rumoroso de pássaros,
desolados e sós,
que tenho de atravessar
antes que a manhã chegue.
Desse modo,
o sonho poderia estar
ao meu lado adormecido
quando acordasse,
como se a noite
tivesse permanecido o tempo todo
do lado de fora da porta
e não o tivesse contaminado.




Lindíssimo poema o teu, querida Rossana, de inquietudes nascido e de ponto luz na noite bordado, com a luz doce que de ti nasce! Belíssima gravura, também!
Beijo terno para ti.

Batom e poesias disse...

Mário

Como fazes falta cá em minha casa.
Senti saudades e estava a cismar o que te afastou.

Que bom que gostastes do poema e da gravura. Ambos são meus 'filhos'.

Não desapareças mais, meu amigo.
um beijo de saudades.

Wilson Torres Nanini disse...

Que poema bem fluído, com versos parecendo escadas que entrecortam céus indesveláveis. Coração sem prumo, porque, por vezes, ulcerado. Poesia verdadeira, de poeta que deixa a noite habitá-la em toda a sua plenitude. Abraços!

Daniel Dragomirescu disse...

Querida Poeta,
La revista independiente y multicultural El Horizonte Literario Contemporaneo tiene ahora un nuevo website.
Su direccion es la siguente
http://contemporaryhorizon.blogspot.com
Sera un placer para nosotros que se convirtiera en un lector constante de nuestra revista. Muchas gracias !
Todo lo mejor – Toate cele bune,
Daniel D. PEACEMAN, Editor

BAR DO BARDO disse...

Pesadelo, né?!

Mas são os seres que vivem em outras matérias - e devem ser respeitados.

Beijo, Ross!

Rodrigo Braga disse...

Angustiante e bela viagem de rimas ricas e inspiradas. Simplesmente adorei!

Wania disse...

Rossana

A noite expõe as nossas chagas, que grande contra-senso, pois a escuridão deveria ocultá-las. É que o escuro reverbera dentro de nós e nos obriga a abandonar a "casa" em busca de luz!
Sonhar acordada mete menos medo...

Há muita beleza nas tuas palavras tristes!
Bj carinhoso pra ti!

A.S. disse...

Happy valentine's day. São os meus votos para uma poeta linda e talentosa!

beijos
AL

Flavio Ferrari disse...

Gostei da imagem para ilustrar o peoma ... as cores da noite.

nina rizzi disse...

olha, um diálogo:

nosso diálogo é interminável

caminhei pela euforia dos feriados,
sua comida de porcos e gados;
a música de gritos e falsetes.



entretantos, o que houve, barulhescências,
foi a terra molhada, de joelhos;
cajús, conchas, mangas, bandolins e graviolas;
pequeninas flores vermelhas, de algodão, girassóis:



tua voz no olvido, teu cheiro de me sertão.
*

um beijo, rossana.

Léo Santos disse...

Ah! Rossana! Eu sei do que tu tá falando guria...

Eu sei do que tu tá falando!

Um abraço!

Adriana Godoy disse...

Me identifiquei muito com esse poema. Lindo. Beijo.

Batom e poesias disse...

Wilson, sou criatura da noite...
Estava com saudades das suas visitas pelo "batom".
bj

Batom e poesias disse...

Daniel, visitarei com prazer "El Horizonte Literario Contemporaneo".
Grata pela visita.
bj

Batom e poesias disse...

Prof.
As vezes dá um medo...
Bjs

Batom e poesias disse...

Agora já fiquei alegre porque veio, doutora.
Já estou cheia de confete e serpentina!
Um beijo grande cheinho de gratidão, pelo seu permanente carinho.

Batom e poesias disse...

Grata A.S.
Pelo "linda" e pelo "talentosa".
Bj

Batom e poesias disse...

Minhas noites são coloridas, Flavito.
bjs

Batom e poesias disse...

Nina,

Gosto tanto...
bj♥

Batom e poesias disse...

Bom saber que não estou só nessa, Léo.
Tava com saudades.
bj

Batom e poesias disse...

Adriana,
Parece que temos uma sintonia afinada...
bjs

Miltextos disse...

Letargia, liturgia.
Disse Shakespeare: "Morrer, dormir. Nada mais".
Digo eu: "Sonhar, viver. Tudo é mais".

Renata de Aragão Lopes disse...

Madrugadas insones...
Quem não as possui? : )

Beijo,
doce de lira

Marcia Carneiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Batom e poesias disse...

Miltextos,

Disse Tiririca:
"Florentina de Jesus
Não sei se tu me amas,
Pra que tu me seduz?"

bjca

Batom e poesias disse...

Doce Renata,
Quem não tem noites na alma?
Estava com saudades.
bj

Batom e poesias disse...

Marcinha,
Há braços para grandes e muitos abraços.
Gosto quando vem.
bjs

Batom e poesias disse...

Marcinha,
Há braços para grandes e muitos abraços.
Gosto quando vem.
bjs

Juliana Carla disse...

********************************************

CONVITE:

*** FESTA VIP! ***

Bom dia amiga

Gostaria de recebê-la para fazer um brinde especial!
Onde: braille da alma.
Horário: durante o dia todo.
Data: 21/ 02/ 2010

Ficarei feliz com sua visita... Ah! Na saída não se esqueça de levar contigo um lindo selo de lembrança desta celebração.

Bjuxxx e xerooo amiga.

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com/


********************************************

Batom e poesias disse...

Oi Ju,
Vou lá.
bjs

Geraldo de Barros disse...

Olá, Rossana, como Quintana dizia: "uma vida não basta apenas ser vivida: também tem que ser sonhada", que bom que compartilha esses sonhos =)

Um abraço!

Batom e poesias disse...

Que bom que sonha comigo, Geraldo.
abços

mirian disse...

Adorei

mil beijos