sexta-feira, 7 de maio de 2010

sem rédeas

Escultura: Fernando Ito


Minha alma vadia
escapole por frestas e janelas
a fujona...
Rejeita regras e cancelas
Rebela-se dentro de mim
a insubordinada
A minha alma libertária
seduz a minha revelia
a impudica
Gosta de se repartir
Se esparge por todo lado
a anarquista
E é um tanto perversa
Cutuca e desconversa
E não confessa
Nunca confessa...

29 comentários:

Lara Amaral disse...

Hum, sei como é... (Quantas vezes será que escrevi essa frase no seu blog? hehe.) Mas sei mesmo.

Adorei, como sempre!

Beijo.

Mai disse...

Belo poema para uma alma indomada.
Feroz e serena, se isto é possível.

abraços

Batom e poesias disse...

Larinha, eu sei como é, também.
Quantas vezes senti isso lendo sua poesia.
Almas sincrônicas.

bjs

Batom e poesias disse...

Quando eu crescer, quero ser que nem ele!

Mas rebelde como sou, recuso-me a contar versos... rss

beijos, minha lindinha!

Batom e poesias disse...

Acho que é possível, Mai.
Em momentos alternados, é claro!

bjcas

Mulher na Polícia disse...

Confessa...

Sempre confessa.
É só perguntar do jeitinho certo.

rs rs rs

Batom e poesias disse...

Oi moça da polícia!
Será que estamos falando da mesma coisa? rs rs rs

bj

BAR DO BARDO disse...

é isto
alma não quer
cabresto

NDORETTO disse...

E não confesse mesmo!!! Lindo!


bjs
NDoretto

Suelen Braga disse...

"E é um tanto perversa
Cutuca e desconversa
E não confessa
Nunca confessa..."

Lindo demais
Voltarei sempre
Estou sgeuindo

Beijo grande =*

tonhOliveira disse...



Aqui - Ali - Além → ALLma!

Dilberto L. Rosa disse...

Muito boa esta alma impudica, minha cara: lembou-me de jogos de palavras como os de "A Rosa", de Chico. Abração!

Juan Moravagine Carneiro disse...

"Arder na água, afogar-se no fogo" (Bukowski)

Anarquia como "amante" é muito melhor que ser casado com "democracias"...!

Adriana Karnal disse...

é natural dos poetas terem a alma rebelde...gostei mto!

Batom e poesias disse...

Henrique,
Tem razão...
Poesia também não.

bjs

Batom e poesias disse...

Neusa,
eu não confesso.
Juro!

Bjs

Batom e poesias disse...

Então, vambora Suelen.
Bem vinda!

bjcas

Batom e poesias disse...

TonhO
cAlmA...

bjs, meu lindo.

Batom e poesias disse...

Dilberto
Quem me dera...
Saudades de vc por aqui.

bjs

Batom e poesias disse...

Juan
Se hay gobierno, soy contra!!!

Muito boa sua filosofia...rss

bj

Batom e poesias disse...

Adriana
Eu concordo plenamente.
Que bom que apareceu.
bjs

Ribeiro Pedreira disse...

uma alma presa na própria liberdade. NÃO CONFESSE!!!

contagotas disse...

Quando se é fujona, insubordinada, impudica, anarquista, confessar o quê?

Bjos

Batom e poesias disse...

Ribeiro,"presa na liberdade".
é uma linda metáfora. Adorei.
bjs

Batom e poesias disse...

Contagotas,
Na verdade, já está tudo aí explícito. Que bom que compreendeu.

bjs

Flavio Ferrari disse...

Gostei dessa ... sedutor à revelia ...

Batom e poesias disse...

Eu não controlo a danada, Flavito.
bjs

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

Ro,
acho que sou um pouco assim também.
Beijocas

Batom e poesias disse...

Ainda bem que não estou só, Cel.
bj