quarta-feira, 15 de junho de 2011

Meu tempo

TizianoVecellio - Mary Magdalene


Sou eu de um tempo
que nem me lembro
Da véspera da gentileza
Anterior ao antes
Sou o ontem
das noites sombrias
e de séculos mal passados
Clássica hedonista
renascida da renascença
e abarrocada de lirismos
e contrastes
Equilíbrios de exageros
Interpretações
Intempéries
Sou estilhaços de augúrios
e presságios obscuros
de relentos e desabrigos
Arredondada
em bordas contorcidas
tecida de espetaculares
remendos
E meu perfume
antecede as alfazemas
as rosas e jasmins
Tão antiga sou...

28 comentários:

MIRZE disse...

Tentarei supor que sim. Talvez sejas, linda amiga uma daquelas mulheres de Atenas.... Não jamais!

És como és. Mina....teu cabelo é da hora....

É isso. Há uma metamorfose a cada dia.

Lindo poema!

Beijos

Mirze

Celso Mendes disse...

Transcendeste o tempo contado e mantiveste o perfume nas palavras.

Um poema muito belo, Rossana. Ficaram-me ecoando teus versos.

beijo.

Nilson Barcelli disse...

Talvez seja tudo isso, mas és de certeza uma poetisa com talento.
Gostei muito do teu poema.
Beijos.

byTONHO disse...



Tens pô...!
Mas, por.em toda.via com tudo isso, és 'grande'... contém por anos!

Contemporânea!

:o)

byTONHO disse...



Esqueci...
Tem novidade no http://carikaturarte.blogspot.com

be:)o!

Zélia Guardiano disse...

Rossana, minha querida
Que lindeza de poema!
Presságios obscuros, relentos, desabrigos, bordas contorcidas, alfazemas, jasmins... Todos os componentes para meu enlevo !
Bravo!
Abraço saudoso da
Zélia

O Impenetrável disse...

lindo poema.

Lara Amaral disse...

Vc é de atravessar qualquer tempo.

Adorei o "abarrocada de lirismos"!

Beijo.

Flavio Ferrari disse...

Você é do tempo da poesia, sem dúvida ...

A.S. disse...

Belo poema!
Senti o teu aroma...


Beijos meus!
AL

Wania disse...

Rossana


É isso que te torna tão especial, minha amiga! A poesia, com certeza, agradece a partilha do teu tempo com ela!



Bjs de jasMIN pra ti!

Eraldo Paulino disse...

Minha querida, estrelas são anacrônicas, atemporais...

é natural que se sinta desconfortável com alguns problemas de reles mortais como nós rs

Aproveirando, gostaria de informar que meu blog encontra-se em manutenção até segunda feira, 20/06, às19h.

Inclusive, gostaria de te convidar pra me visitar a partir desse dia, pra celebrar comigo os 02 anos do paulinisses.

Bjs no batom!

Batom e poesias disse...

Mirze, querida,
Acho que sou mesmo de um outro tempo...

bj

Batom e poesias disse...

Celso, fico muito feliz que tenha gostado.
Bj

Batom e poesias disse...

Você é benevolente, Nilson. Grata popr vir.
bj

Batom e poesias disse...

Tonh:0)

Adoro que venha.
Bjs

Batom e poesias disse...

Ah, lembrei.
Já fui conferir.
bj

Batom e poesias disse...

Zélia, fico muito feliz com sua presença por aqui.

bj

Batom e poesias disse...

Lacarne, agradeço a visita e o comentário.
bj

Batom e poesias disse...

Larinha,
Estamos tentando... hehehe

bjcas

Batom e poesias disse...

Flavito, que meigo...
:D
bjs

Batom e poesias disse...

Albino, sorte sua que sou cheirosa...rss

bj

Batom e poesias disse...

Wania, sou feliz por vir.
Muito mesmo...
:D

bjs, doutora.

Batom e poesias disse...

Eraldo, você é um fofo!
Claro que estarei lá dia 22.
Afinal, sou sua fiel perseguidora...

:)

bj

Nilson Barcelli disse...

Não sou nada benevolente.
O poema é mesmo bom.
Quando não o for, eu digo-te...
Boa semana, beijos.

João Videira Santos disse...

A afirmação da palavra no indicativo do verbo...

Interessante.

Gostei.

Batom e poesias disse...

Acredito em você Nilson.
E fico ainda mais feliz.

bj

Batom e poesias disse...

Que bom que gostou, João.
Seja bem vindo!

bj