quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Pensando em Manoel de Barros

Simplesmente

Frank Gonzales

Só quero morder mangas maduras
e deixar escorrer o sumo mundo abaixo
ababalhar pelos cantos da boca sorridente
E na pequeninice das simplicidades
andarolar cantigas de caminheiro
Assear as mãos em rio barrento
esmagando as gramíneas das veredas
com pés bailarinos e descalçados
[Só quero recordar como era ser
antes de crescer e crescerem
os medos e os pusilânimes segredos]
Quero ir sem precisar de epifonemas
ou de indiscrições malfadadas
rir com inenarrável possança
e andar de mãos dadas
com quimeras coloridas
Especialmente no que diz respeito
aos os avoadeiros passarinhos
e as florideiras borboletas
no volitamento das belezuras
Só quero lembrar
como é ser feliz.
(Rossana Masiero)

34 comentários:

Lai Paiva disse...

Bela construção do desejo comum de encontrar a felicidade nas mínimas e máximas coisas. Bj

Wania Victoria disse...

Rossana querida!

Pensar em Manoel de Barros dá nisso: uma belezura de poema!!!!!!
Volto para casa volitando... :)



Bjs e margaridas pra ti!

Luna Sanchez disse...

A simplicidade inebria.

Um beijo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema maravilhoso de Manoel Bandeira...uma escolha excelente.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Phoenix disse...

e voltares a ser criança :)

beijinho*

byTONHO disse...



Manoel de Ba...ROSS?!

:o)

MIRZE disse...

Liga pro Tonho, não. Ross, hoje ele está impossível.

Manoel de Barros é o que existe de bom e ainda vivo faz poema para nova namorada.

Embarcar com Manoel é sucesso e sossego para a alma.

Beijos

Mirze

Celso Mendes disse...

De tudo haveria de ficar para nós um sentimento longínquo de coisa esquecida na terra — Como um lápis numa península. (Manoel de Barros)

dos sentimentos longínquos que não queremos abandonar. belíssimo e digno do pensar no mestre.

beijo.

A.S. disse...

Querida... ser feliz não pode apenas ser uma lembrança!

Lindo o teu poema!

Beijos,
AL

Flavio Ferrari disse...

Adorei a palavreadura ...

Cris de Souza disse...

Claro que gostei do linguajar!

Beijo, rou rou.

Beth/Lilás disse...

Ah, esse Manoel de Barros, quanta inventividade, quanta palavra criada, neologismos em forma de poesia! Lindo!
um super abraço, carioca

MOISÉS POETA disse...

Manoel de barros serve de inspiração para muita gente. senti as pegadas dele no seu poema. que é lindo , belo...

Um beijo carinhoso!

Batom e poesias disse...

Oi Lai, a simplicidade é a maior das poesias...

bjs

Batom e poesias disse...

Oi Wania, querida!
O nosso Manoel é mesmo um fofo, né?

bjcas

Batom e poesias disse...

Luna
Adoro beber da sua.

bjs

Batom e poesias disse...

Sonhadora,
Seja como for, agradeço a presença.

Bjs

Batom e poesias disse...

Joana, querida

Seria tão bom.
bjs

Batom e poesias disse...

Tonh0

Por aí... rsss
bjs

Batom e poesias disse...

Mirze,
adoro as brincadeira do Tonh0.
E adoro seus comentários.

bjs

Batom e poesias disse...

Celso,
sou grata pela sua leitura generosa.

bjs

Batom e poesias disse...

Tem razão, Albino.
Mas toda maneira vale a pena...

bjs

Batom e poesias disse...

Flavito!
Eu já estava saudosa...
:D

bjs

Batom e poesias disse...

Cris,
eu gosto tanto quando gosta...

bjs

Batom e poesias disse...

Pois é Beth...
Ele é mesmo inspirador.

bjcas

Batom e poesias disse...

Moisés
Fico muito feliz pelo comentário.
De verdade!

Bjs

versos e pinceladas disse...

Oi, estive com sua mãe em um sarau na casa de nosso amigo Daniel Munduruku. Ela é um encanto e declama maravilhosamente bem. Conversamos e foi entao que ela me apresentou o seu blog. Gostei muito e gostaria que conhecesse o meu meu. http://versosepinceladas.blogspot.com/
Um grande abraço e parabéns!

Nielson Alves disse...

Adorei o que falou sobre o natural, natureza.Que invenção boa de ser Manoel de Barros poeta do chão.

Beijos e flores

Berzé disse...

Sinto q estou bem nesse seu chão.
Abração!
Berzé

Batom e poesias disse...

Oi Cassia, já fui lá conhecer.
Seja bem vinda por aqui.

bj

Batom e poesias disse...

Nielson, na poesia, a gente pode brincar de ser tudo.

Bjs, querido!

Batom e poesias disse...

Olá, meu amigo Berzé!
Caminhe a vontade por aqui.
Muito bem vindo.

bj

Maíra da Fonseca Ramos disse...

Nossa, ficou igual ao dele. Adorei a escolha das palavras...

Batom e poesias disse...

Maíra
Ele é inconfundível.
É só uma singela homenagem.

bjs