sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Poesia faminta

Dara Engler

O poema esfomeado
eu rabisco
com faca
E o garfo
espeta o ermo
o intragável
vazio
Ô fome
que eu tenho de tudo
Apetite de comer
o mundo
de entornar aspectos
e escrever poesia
até me danar...

28 comentários:

Ribeiro Pedreira disse...

esta fome de ser poesia nos faz fartos de danação.
tela e poema, pura expressão!
bjs!

N. Barcelli disse...

A tua poesia continua apetitosa...
Excelente poema. Gostei muito.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Dan disse...

Que bela poesia!
Dar fome poética.

Bom fim de samana.

Beijo, Dan.

MIRZE disse...

Lindo, Ross!

Sabe quem me lembras e estou para dizer isso há muito? Hilda Hilst.

Quanto mais raiva ela tinha melhor saía o poema.

Parabéns, linda amiga!

Beijos

Mirze

Beth/Lilás disse...

É isso mesmo que os escritores e poetas sentem, fome de poesia, lindo!
Qualquer dia, gostaria de ler uma de suas lindas lá no meu pedaço, posso?
Não deixe de ver quem está brilhando por lá hoje.
]bjks cariocas

byTONHO disse...



Poema em Dó Ré Mi Fá....minto?!

:o)

Natalia Campos disse...

A fome pela poesia é bastante constante em minha vida. E vai ser sempre assim. Beijos, querida. Ótimo final de semana. Au revoir :)

Luna Sanchez disse...

Gente comilona é sempre legal, Rossana. O Neruda, por exemplo :

"Sou onívoro de sentimentos, de seres, de livros, de acontecimentos e lutas. Comeria toda a Terra. Beberia todo o mar."

;)

Um beijo.

Cris de Souza disse...

a fome é um prato cheio pra poesia.

beijo, rou rou!

Batom e poesias disse...

Obrigada pelo comentário, Dado!
Bjcas de saudades.

Aline disse...

eu quero é fome!
(adelia prado)
a fome faz belos poemas.

amei!

Batom e poesias disse...

Nilson, obrigado por ter vindo.
bjs

Batom e poesias disse...

Grata por vir, Dan.
Bom fds para vc também.

bj

Batom e poesias disse...

Ah Mirze, só mesmo você, em sua imensa generosidade poderia me comparar à Hilda Hilst.
Por isso te gosto tanto!

bj

Batom e poesias disse...

Beth, vou lá sim, querida, e claro que seria uma ENORME honra estar no seu pedaço.

bjs

Batom e poesias disse...

Tonh0
você é música de ver.

bjs ♪♫

Batom e poesias disse...

Natália, poetas são uns comilões...rss

bjs

Batom e poesias disse...

Luna, legal esse trecho do Neruda.

Eu sou como Djavan: "Nem que eu bebesse o mar, encheria o que eu tenho de fundo"!
:D
bjs

Batom e poesias disse...

Preciso tanto de uma dieta, Cris...
Bjcas

Batom e poesias disse...

Oi Aline.
Adélia é um prato cheio de inspiração, Aline.
Bjs

A.S. disse...

O Poeta será sempre um ser insaciável...


Beijos meus,
AL

Celso Mendes disse...

fome de comer tudo que emociona só pode dar em poesia.

adorei, Rossana!

beijo.

Batom e poesias disse...

Albino, somos todos.
bjs

Batom e poesias disse...

Feliz, que goste, Celso.
bjs

Grã disse...

Tlvz vc esteja certa e a auto-suficiência seja apenas ilusão, o q nos conduz à pergunta de sempre: e o que não é???

Bj

ps: me iludo muito e tanto, q a da auto-suficiência é "fichinha".

Pedra do Sertão disse...

Que fome! Gostei dessa gana...Abraço

Batom e poesias disse...

Grã, você é um fofo.

bj

Batom e poesias disse...

Moça da Pedra, feliz com a visista.
Bem vinda.
Bjs