quinta-feira, 21 de abril de 2011

das madrugadas

Katja Faith



Amanheço assim
desguarnecida
de dormências
Tão empoemada
e sentimental
Que meu lirismo
fende a madrugada
e desmesuras me
ensolaram de manhãs
Só sou um vórtice
onde versejam
sonhos mal dormidos
Onde se entoam
junto à insônia
o delírio das fictícias
melodias do poema.

36 comentários:

Milene R. F. S. disse...

És uma taça transbordante de versos querida... sua maneira de escrever sempre me envolve... muito bom te ler, beijos!

Ribeiro Pedreira disse...

poema que delira na pele, transborda sensações mitigadas. lirismo orgânico, visceral...

MIRZE disse...

ROSS!

Como amanheces LINDA! Amanheces como vives: um eterno poema!

Lindo demais!

Beijos!

Mirze

Celso Mendes disse...

guardo neste embrutecido coração a visagem dos dias que amanheci... hoje eu estava tentando começar a escrever algo assim, mas empaquei aqui. Depois retomo... Mas teu amanhecer se já está completo com este poema. Muito belo!

beijo.

Wilson Torres Nanini disse...

Não, não! Vc não está empoemada. Escrever assim é a manifestação de uma poesia inata.

Abraços!

Suzana Martins disse...

Amanheci na madrugada no meio de um poema que cantarolava a nostalgia do sentir...

Beijos e boa páscoa

Alma Exposta disse...

Navegando alcanço esse Mar de Poesias,envolvida navego nas delicias do seus escritos.

Poeta estou te seguindo.

byTONHO disse...



"amanh.és..SER!"

...

Eu amanheço sem querer...
depois acho o querer,
mas aí já é "meio tarde" e perco a manhã.

Amanhã vou tentar de novo...


:):

Catia Bosso disse...

Que lindo seu poema e que gostoso seu blog, vou voltar! bj.

Assis Freitas disse...

vibram as finas fibras da canção,


beijo

Batom e poesias disse...

Milene, fico muito contente e grata que pense assim.
Quem dera...

Bjs

Batom e poesias disse...

Lirismo orgânico e visceral...
Minha cara, Dado.

:)
bjs

Batom e poesias disse...

Mirze, você é uma querida!
Sou feliz por tê-la como amiga.
bj

Batom e poesias disse...

Celso,
Retome sim, porque já de início esse poema promete.
Grata por vir e comentar, querido.

bj

Batom e poesias disse...

Wilson, seus comentários estão cada vez mais interessantes.

bj

Batom e poesias disse...

Suzana.
Muito grata por vir e comentar.
Ótima páscoa pra você também.

bj

Batom e poesias disse...

Seja muito bem vinda, Haydee.
É um prazer recebê-la.

bjs

Batom e poesias disse...

Querido Tonh0, só não podemos deixar de tentar.

Assim somos.
bj ♥ ←

Batom e poesias disse...

Volte sim, Cátia!
Fico feliz que tenha gostado.

bj

Batom e poesias disse...

Vibram assim, Assis.
:)

bjs

S. Outono disse...

Empoemada. Adorei.
Folhas secas orvalhadas de carinho, admiração e respeito.

Maria Rita disse...

Vou lendo teus escritos e ficando 'empoemada' com o talento que eles revelam.

Belíssimo!

Beijos pra Ti

Phoenix disse...

e por entre essas insónias, saem palavras esfusiantes nestes poemas que escreves.
beijinho e uma santa páscoa*

Elza Magna disse...

O atrevimento de certas imagens suas sempre me desconsertam. Mas hoje não, que amanheci bem desguarnedida de dormências...

Beijos

Eraldo Paulino disse...

Tem dias que amanhecem por amanhecer, de teimosos, de chatos. Por que o sol não trás com ele sempre e novo?

Bjs no batom!

Batom e poesias disse...

Michele, que bom que gostou e que reapareceu. Andava a sentir sua falta.

bj

Batom e poesias disse...

Maria Rita, seria plágio se eu dissesse o mesmo de você?
:D
bj

Batom e poesias disse...

Grata Joana.
Uma santa páscoa para ti também.

bjs

Batom e poesias disse...

Elza, a última coisa que me imaginava era "atrevida". Gostei de saber...rss

bjcas

Batom e poesias disse...

Eraldo,
Bom dia ☼!

bjs

Wania disse...

Rossana

As fragilidades nossas de cada dia...
Só a poesia salva!(ou se salva?!) ;))





Bj grande, minha amiga!
Feliz Páscoa pra ti e todos os teus.

Lara Amaral disse...

Poema ensolarado, até semicerrei os olhos.

Beijo, grande poetisa!

Batom e poesias disse...

A poesia se salva e nos resgata, doutora.
É nossa bóia...
Tão bom que entende.

bjs imensos ♥

Batom e poesias disse...

Larinha, já dizia o velho Raul: Quem não tem colírio, usa óculos escuros.
hehehe.

bjcas

Cris de Souza disse...

adorei esse tal empoemada, você é demais!

beijo, rouxinol.

Batom e poesias disse...

Cris

º)>

Tentei fazer um passarinho...
bjs, linda.