segunda-feira, 3 de outubro de 2011

ilusão

Imagem do google

Se pensas
que sou de verdade
Não sabes
da missa a metade
da instável farsa
que sou
Um dia
serei descoberta
Discernirão
meu embuste
na vida
na arte
na fatalidade
Afasia
é só disfarce
Um engodo
revestido
de mistério
Alegoria
do improviso
Arquiteto
mágicas
Malabarista
de palavras
Pusilânime
concebo poema
para distrair-vos
de mim.

26 comentários:

byTONHO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
byTONHO disse...



... não a prendo nunca!

:o)

Leonardo B. disse...

[é por detrás do espelho que esconde a sombra, o que melhor sobra da imagem, refeita traço por traço...]

um imenso abraço,


Leonardo B.

Wania Victoria disse...

Rossana

Você sabe explicar
Você sabe
Entender tudo bem
Você está
Você é
Você faz
Você quer
Você tem...

Você diz a verdade
A verdade é o seu dom
De iludir



Linda poesia como tudo que vem de ti, me fez lembrar de Caetano em Dom de Iludir!

Te gosto muito, muito minha amiga!... é vero! :))
Bacio

Maze Oliver disse...

Fantástico seu poema! É a mais perfeita descrição do ser humano!
Todos nos atores no palco da vida!Tomo a liberdade de te seguir. Um abraço.

Sonhadora disse...

Minha querida

Maravilhoso poema...há sempre a outra de nós...o verso e o reverso.Adorei e deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

Dilberto L. Rosa disse...

Gosto de "pusilânime", sinto-me assim, bem como a minha poesia, nos últimos dias... Adorei a postagem adoradora dos Diálogos Poéticos (só não comentei...)! E adoro teus comentários nos Morcegos: volta mais vezes? Abração!

Berzé disse...

Lugares para não se chegar. Mas me senti ali na terceira fila.
Abração!
Berzé

Eraldo Paulino disse...

Essa história de "descobrir" é interessante. Se for assim, aceito que você seja uma farsa. :p

Bjs no batom!

Luna Sanchez disse...

E o que pensarão, então, de mim...

Beijos.

Celso Mendes disse...

O que há atrás da máscara de um poeta? E de uma mulher? Creio que ninguém sabe, nem mesmo os próprios...

Excelente poema!

beijo.

Toninhobira disse...

Bem contrução numa sutil alusão a Pessoa, sem mascaras, sem distração,mas com reflexiva inspiração,que faz do excelente texto um mar de reflexões na concepção da outra.
Adorei esta estrutura.
Meu terno e admirado abraço.

Batom e poesias disse...

Tonh0, meu querido amigo!
Você já nasceu sabendo!

Bjs

Batom e poesias disse...

A assim vamos nos redesenhando, Leonardo.
Grata por vir.

bj

Batom e poesias disse...

Amada Doutora

Você é muito querida!
bjs no ♥

Batom e poesias disse...

Oi Maze!
Que palavras gentis.
Bom que gostou e espero que volte sempre.

bj

Batom e poesias disse...

Grata, sonhadora.
E que seus sonhos tornem-se reais.

bjs

Batom e poesias disse...

Certamente que sim Dilberto.
Adoro seus morceguinhos...
:D

bj

Batom e poesias disse...

Berzé,
Você tem é que estar sob as luzes da ribalta.

bjs

Batom e poesias disse...

Eraldo,
Não debocha...
:)

bj

Batom e poesias disse...

Luna,
pensarão sempre o melhor!

bjs

Batom e poesias disse...

Celso, muito menos
os próprios...rss

bj

Batom e poesias disse...

Tonhinhobira, que análise interessante.

Grata pelo comentário.
bj

MIRZE disse...

LINDA ROSS!

Que belo poema que veste bem em todos os que tem o dom da imaginação e traz a arte em si!
Mais ainda te admiro,

Beijos

Mirze

MOISÉS POETA disse...

Você concebe poemas e eu fico encantado...

E com certeza a poesia te agradece.

Um beijo, querida !

Batom e poesias disse...

Mirze, amiga amada, eu sempre me comovo com seu carinho.
bjs



Moisés, eu é que agradeço tão amoroso comentário.
bjs