quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Teatral


Tenho a irritante mania
de parir dia após dia
Um drama no coração
Que se condói enfático
transcende a realidade
o dramático
Não é medíocre
 nem mágico
Apenas cênico trágico
Um coração teatral
Que se atiça com o mundo
e se atira para tudo
Mergulha fundo
Denso e intenso
em meu peito
E o melhor que faço por ele
Antes que se arrebente
É parar de bancar a Medéia
E me esquecer da platéia...

36 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Caso necessite de um sparring suicida para a sua festinha dramática... J'suis ici!

Mirse disse...

Lindo Rossana!

Cada dia se superando, amiga!

Beijos

Mirse

Mai disse...

Drama é o final de cada ato. Teatro no paralelepípedo e o que trnscende dá de doer dramaticamente e o drama dói na mente se é cena ou se está em cena.

Phodástico, Rossana.
Eu tenho percebido que atal afasia que te deixava com queixa, partiu assim como pariu um drama dos melhores.

Abraços,

Batom e poesias disse...

Ai mas que eu gostava dum "round" dramático com pimenta...
Venez avec moi!

Os ferormônios me constrangeram...rss

bjs Prof

Batom e poesias disse...

Meiga e doce Mirse, seu olhar é sempre generoso comigo e sempre fico feliz com suas vistas e comentários.

bjs amiga

Batom e poesias disse...

Mai, afasia, afemia...

Tudo não passa de indecisão de uma libriana desiquilibrada.

Mas não se engane, pois não passa, apenas vez por outra me dá alívio e dou um tempo com os queixumes que nem eu aguento... hehehe

Indecisão da inteligência diante de um juízo problemático é um dos meus muitos defeito... rss

Adorei o "Phodático".
Beijão grandão.

Flavio Ferrari disse...

Para esquecer da platéia
só cortando a cabeça
minha cara medéia

Lara Amaral disse...

O coração é, com platéia ou não, objeto cênico. Ficou muito bonito o jeito que vc o retratou teatralmente no poema. Grande abraço, poetisa!

Batom e poesias disse...

Flávio
Pra mim basta um dia...

bjs

Batom e poesias disse...

Linda Lara
Você compreendeu direitinho e isso me emociona.
bjs

nina rizzi disse...

tenho um companheiro que vive a me reclamar das minhas teatralizações... então, vc me dedica este poema? rsrsrs..

beijo.

Nessa Anee Hudigns disse...

É todo seu Nina!
Teatro é mágico!

Pra valorizar um pouquinho, ponha uma rosa vermelha entre os dentes e vai no compasso de um tango.

Haja drama... rss
bjs

Cadinho RoCo disse...

Fluir pela poesia é encanto de quem percebe o declamar da vida.
Cadinho RoCo

Mário Lopes disse...

Um coração no palco da vida procura a todo o momento ser escutado para ser compreendido. Se não, não será um coração e a razão deixa de fazer sentido, como um barco aportado em dia de vento. O teu Rossana, teatralizado ou não, poetizado ou não, já comprovámos que é um oceano imenso, a perder de vista. E que não se arrebenta, concerteza. Por mais imaginação que tenhas, não nos enganas, não.

Belo desempenho do actor principal
neste lindo poema teatral,
o teu coração!

Beijo nele.

Batom e poesias disse...

Um boCadinho de poesia é vida.
Fluir é conseqüência.

bjs Cadinho

Batom e poesias disse...

Mário, você me lê de uma maneira que não sei se escrevo. Mas eu gosto... Muito
Bjs

CIBELE CAMARGO disse...

Olá,querida!
Que maravilha de poema...me emocionou.Estarei sempre por aqui
buscando inspiração.
Beijos,
Cibele

tossan® disse...

Poema de altíssimo nível de uma poetisa real que compartilha emoção. Lembrei dos meus tempos de teatro amador. Beijo

O Profeta disse...

Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
Ausente do incontido abraço
Ausente das palavras felizes
Envolto em nuvem escura no espaço

Não me queres dizer o rumo
Que leva ao teu terno coração
Não me queres abrir as portas
Da cor vibrante da paixão?


Bom domingo



Doce beijo

glória disse...

Rossana, eu assim como você, para mim sempre bastou um dia, não mais que um dia. Eu assisti essa peça, no Rio, há muitos anos! Essa música fala da urgência da dor. Da sua natureza "magma de vulcão". Inevitável e fascinante. Que belo o teu poema. Sou tua fã. bj

cristinasiqueira disse...

Oi Rossana,

Sou platéia e te aplaudo em pé em todo dia é dia de estréia.


Com carinho,

Cris

Batom e poesias disse...

Cibele, estou humildemente sempre as ordens. Que bom que veio.
Bjs

Batom e poesias disse...

Teatro amador é tudo de bom Tossan.
É bom tudo que é feito com amor.
Grata pela visita.
bjs

Batom e poesias disse...

Profeta, tuas visitas vem sempre acompanhadas de um poema de presente.
É uma alegria recebê-lo.
Bjs

Batom e poesias disse...

Ei Glória! É recíproco!
Sempre vou no "linhas ao vento" buscar tuas letras, e quando se demora, sinto saudades.
Beijos querida.

Batom e poesias disse...

Cris, pessoa iluminada!
Estreiemos, então, cada dia que amanhece!
bjs

Lai Paiva disse...

Sempre enriquecedor ler poetisas como você que se relacionam tão bem com as palavras e os sentimentos e emoções que se pode haver nelas. Gostei muito!

Papagaio Mudo disse...

oi Rossana,

Você é mesmo equilibrísta?
abraços,

Gustavo

A.S. disse...

O coração vibra com as emoções, sofre com as angústias, entristece com a ausência!

Lindo o teu poema!


Beijos...

Ariana disse...

Muito linda a metáfora dos versos.
Profundo e dramático como numa peça de teatro.
Adorei a música!

Beijos e boa semana pra ti!

Batom e poesias disse...

Lai, agradeço a visita e as palavras.
bjs

Batom e poesias disse...

Sou não Gustavo...
Só de sentimentos.
Grata pela visita.
bjs

Batom e poesias disse...

Ausências, angústia e vibrações...
Somos feitos de sentimentos, A.S.
Grata pela visita.
bjs

Batom e poesias disse...

Grata Ariana.
É Chico Buarque... Como não gostar?
Beijinho

Marcelo Novaes disse...

Rossana,



Desconstrução do drama...





Beijos,








Marcelo.

Batom e poesias disse...

Grata por vir e comentar, Marcelo.
Bjs