quarta-feira, 14 de julho de 2010

Exagerada...

Queria fazer poemas
de flores e passarinhos
de sol e céu bem azulzinho
mas não tenho aptidão
Se falo de vento
Furacão
Se falo de sol
Combustão
Se falo de céu
Imensidão.
Se falo de amor
Sofreguidão
Minha poesia
é descomedida
De intensidade
mal dosada
É mesmo um
tudo ou nada
Suicida verbal
Adjunto adnominal
E embora eu tente
{em prol da delicadeza}
não consigo
fazer diferente.

42 comentários:

Mirze Souza disse...

Não tente fazer diferente.

Assim está no ponto certo! O seu ponto onde me acerto assim como todos os seus leitores.

Linda Ross!

Espero que não mude!

Beijos

Mirze

Ribeiro Pedreira disse...

dizes o exagero com poesia.
tantos por aí queriam fazer como tu!
não importa o que se diz, mas como se diz e nisso a tua estrela (ou constelação?) brilha.
bjs!

tonhOliveira disse...



Fale da

"florão"
"passarinhão azulão"
"solzão quentão queimando nosso chão"!

"buracão no camadão..."

Não tem jeito não,
é o que te fala o teu coração!

be:)ão

tonhão!

Lara Amaral disse...

Pois para mim, sua delicadeza estilo furacão é a mais encantadora!

Beijo.

contagotas disse...

Você não é exagerada, é intensa.
Voçê não é mal dosada, é peso certo.
Você não é descomedida, é coerente.

Para quê ser delicada se iria fazer diferente?

bjos

Eraldo Paulino disse...

FLOR
|
|
|
COLOR - - - - IDA - - - - DOLOR




Bjs coloridos!

Assis Freitas disse...

suícidio verbal, afogar-se em letras,

beijo

Batom e poesias disse...

Mirse, você é boa demais comigo.
Mas fico feliz que pense assim.
Muito...
bj

Batom e poesias disse...

Pedreira, meu lindo!
Estou brilhando de contente.
bjs

Batom e poesias disse...

Tonhão, queridão!
Não adianta mesmo não.
beijão

Batom e poesias disse...

Lara, eu adorei isso de "delicadeza estilo furacão".
Sou eu.
Beijos, amadica.

Batom e poesias disse...

Maria Ivone, minha poeta do além mar, suas palavras me deixam muito, muito, intensamente, feliz.
:)
bjcas

Batom e poesias disse...

Eraldo,
Gosto que venha.
Beijos coloridos aceitos e retribuídos.

Batom e poesias disse...

Assis, já imaginou morte melhor?
Beijos, querido.

T@CITO/XANADU disse...

Não vale a pena
resumir definições,
comprimir alegrias,
minorar os fatos
apenas para compor uma obra.

Não, também não consigo!

Bjs
Tácito

PS - Obrigado pela visita.

Léo Santos disse...

Mas é assim que é bonito, a poesia tem que ter dissonâncias e contrastes, do contrário, são só versinhos!

Um abraço!

Renata de Aragão Lopes disse...

Antes assim! : )

Maravilhoso como está!

Beijo,
Doce de Lira

Rodrigo Braga disse...

Só acredito em vida "parcial" em comercial de margarina. Sua poesia é fantástica por isso, por ser intensa!

Fred Matos disse...

"mas não tenho aptidão"

Tem sim.

Ótimo fim de semana.
Beijos

A.S. disse...

Escreve apenas o que sentes!
Assim... com a doçura e delicadeza que brota dos teus dedos!


BeijO
AL

Batom e poesias disse...

Tácito, é sempre um prazer ler-te.
bj

Batom e poesias disse...

Léo, você é um doce!
bjs

Batom e poesias disse...

Grata, Renatinha
Que bom que pense assim.
bjca

Batom e poesias disse...

Rodrigo, estou toda boba... rss
Beijos

Batom e poesias disse...

Fred, se você diz eu acredito.
Adoro sua poesia.
bjs

Batom e poesias disse...

Albino,
Doçura e delicadeza...
São seu olhos que veem assim, querido.
Grata.
bj

Carol Freitas disse...

ADOREI o blog!

Mário Lopes disse...

És a água que procura a sombra
depois de romper a pedra de sol
mas não se detém,
és o vento que persegue o descanso
depois de galopar as searas
mas não se prende,
és a chama que aguarda o dia
depois de incendiar a noite fria
mas não se apaga,
como pode ser diferente o teu voar,
"filha do céu azul
das manhãs de primavera,
que se embevece com a luz dos dias
quando amanhece",
ave de fogo,
poeta excessiva,
minha amiga querida,
Rossana?



A tua poesia vem do coração da vida, aberto à luz do dia, e as suas cores queimam o olhar, como a verdade, só.
Beijo terno.

Bia Maia disse...

Que bom!Pois continue assim: sinal de que há sangue quente correndo em suas veias....nada de ser morna!


Beijos com carinho!!

Bia

Adriana Karnal disse...

Rossana,
como diz a Mirze, nunca mude...adoro o q vc escreve.

Lai Paiva disse...

Sabe o que vc é? Uma grande e admirável poetisa. Que eu adoro ler. Bj

Thaís Winck disse...

a poesia nunca é exagerada quando escrita do coração.

Batom e poesias disse...

Mário

Fico envaidecida com suas palavras.
E agradecida...

bjs

Batom e poesias disse...

Bia, adorei seu comentário.
Nada de ser morna...
:)
bj

Batom e poesias disse...

Karnal,
Feliz por ter aparecido e que goste.
bjca

Batom e poesias disse...

Lai, sabe o que você é?
Um doce!
bjs, querida.

Batom e poesias disse...

Tem razão, Thaís.
Volte sempre.
bjs

Wania disse...

Rossana querida!

Dizem que a boca fala do que o coração está cheio.... como poderia ser diferente se vejo este coraçãozinho sempre em eterna ebulição de quereres e sentimentos?



É isso que te faz única, minha amiga!
Te adoro deste jeitinho assim, viu??? Não muda, tá???

Bj imeeenso

Batom e poesias disse...

Que bom Carol.
Volte sempre!
bj

Batom e poesias disse...

Wania,
quando eu crescer, quero ser como você. Puro Amor!
beijos.

Geraldo de Barros disse...

ainda bem, continue nos colorindo que continuaremos nos esparramando ;)

do lado de cá beijos
Ge

Marcantonio disse...

Ora, ora, então é verdade, você também está de mal com os pássaros. Rs. Em prol da poesia visceral.

Beijo.