quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Da insignificância




O núcleo do átomo
Fóton
Quantum
O íon do mundo
Sou funda
no fundo
de mim
Partícula
de história
Espectro
Sou ínfimo em movimento
Sou vento atônito
permanecido
O que passou
foi o tempo...


Rossana Masiero

14 comentários:

Mirze Souza disse...

Ross!

É sempre ele, o tempo que passa! Malvado passa e deixa marcas imperfeitas em versos tão lindos!

Beijos

Mirze

Lara Amaral disse...

Perfeito, não poderia dizer melhor!

Beijo.

Zélia Guardiano disse...

Rossana querida
Que poema mais interessante, profundo , cheio de significado!
Lindo demais!
A ilustração, também, é de uma plasticidade enorme...
Fiquei encantada!
Grande abraço, amiga

viverempalavras disse...

Que leitura gostosa, Rossana. Acelerada e repleta de sentidos diversos. Somos química e física e sentimentos. Muito lindo e preciso!

Aplausos!

Wania disse...

Amiga querida

Um quantum poético orbita nos Anéis de Rossana!



Teu "espaço sideral" é lindo!

Bjssss

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

Ritmo excelente !

Beijos

Michele P. disse...

Lembrou-me este trecho musical:

"Não me iludo
Tudo permanecerá
Do jeito que tem sido
Transcorrendo
Transformando
Tempo e espaço navegando
Todos os sentidos..."

(Gilberto Gil)

Rossana

Teu texto, com esta escolha tão bem feita de vocábulos, ficou belíssimo.

Kelly Soares disse...

Rossana,

Sempre tenho uma surpresa boa quanto passo aqui!
Excelente esse vento atônito, amei...

bjs
Kelly

Assis Freitas disse...

e o tempo não se cansa de passar,


beijo

MOISÉS POETA disse...

mas como diz caetano: ¨o tempo é um dos deuses mais lindos ¨.

amei passar por aqui !

um beijo !

Eraldo Paulino disse...

Ai ai... como o tempo me (des)encanta...

Bjs no batom!

tonhOliveira disse...



Em si...significa!
Passageira...

:)

Cris de Souza disse...

esse teu ritmo me alucina!

BAR DO BARDO disse...

ultimamente
penso muito
em partículas também...

boa execução, cara!