quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

no meu quintal

 
Foto do Google

            Li um dia desses, num livro de Rubem Alves (a quem dedico um amor incondicional), que “os homens são seres que perderam a confiança dos pássaros”.
          É bem verdade isso, mas não o meu bem-te-vi!
          Sim, eu tenho um bem-te-vi, que de fato não é meu pois ele é livre, mas preocupa-me como se fosse.
          E o tal - que habita os arredores do meu quintal - é muito abusado, e se não confia em mim, decerto que não demonstra, pois é visivelmente confiante de si mesmo. Não sei exatamente onde mora, pois deve ser um bon-vivant, sem residência fixa, nem nada.
          Ele é um cara, digo, um pássaro enturmado e deve ser o falastrão da turma de passarinhos que voa pelos fios da minha rua e visitam as árvores do meu quintal. Chama todo mundo pra conversa e faz isso bem alto, com seus outros amigos bem-te-vis, sem papas naquela linguinha que só quem é passarinho entende. Chega a ser uma afronta a sua cantoria descaradamente alta.
          Além de animadão, o meu bem-te-vi é corajoso!
          Explico: Tenho uma cadela vira-latas que faz de tudo para me agradar, e por algum motivo inexplicavelmente mórbido a bichinha achou de me presentear com pássaros mortos.
          Já tentei fazê-la entender (com conversas, gritos e até ameaça de chineladas), que não precisa fazer isso para me mimar. Aliás, que ela está terminantemente proibida de matar passarinhos!
          Fato é, que ela ignora solenemente minhas explicações e intimidações. Passa os dias pulando e correndo atrás de passarinhos e vez ou outra consegue pegar um pardal ou uma andorinha desavisada, depositando o coitadinho  sem vida orgulhosamente, na soleira da minha porta.
         Sei que não é por mal, mas fico consternada. Isso lá é homenagem que se faça?
         Se já não gosto de passarinho preso, que dirá morto...
         Mas o danadinho do bem-te-vi não se impressiona e provoca minha cadela ignorando seu talento de Diana. Desce gritando (leia-se “piando”) feliz, tira uma rasante e arremete, peralta. Corre riscos despropositados.
          Talvez não compreenda o perigo que é cair na boca de um cachorro adulador e sai por aí contando suas proezas para os outro da sua laia, conversando alto como lavadeiras.
          Azucrinam-me com tanto “piatório”, desdenhando a ameaça e a minha presença.
          Mas depois me dou conta da minha sorte, por ser uma pessoa que não intimida passarinhos.
          Tom Jobim se orgulharia.
          Rubem Alves também.


28 comentários:

Eraldo Paulino disse...

Se eu me orgulhar conta? rs

Aqui próximo a minha casa há um quintal desses, que vive galos noites, quintais, passarinhos e etc.

Dá uma inveja.

Aqui de vez enquando pousam umas pipiras e eu já fico feliz pra porra rs

Bjs!

olhar disse...

Adoro passarinhos! Mas também não consigo tê-los em gaiolas!

beijocas!

Bia

Flavio Ferrari disse...

Um dia quero fazer meu ninho
Com uma mulher
Que não intimide passarinho

(ficou bom, vai ...)

Paradocx disse...

Quão abençoada és !!!! Sabe que eu também tenho os meus passarinhos no meu quintal, e meu casal de bem-te-vis me acorda antes das sete da manhã, abrigado no ficus ao lado da minha janela... Por sorte deles, os meus cachorros, grandes e pequenos, já não habitam esta mesma terra, e meus passarinhos viajam soltos, até às beiras do Paraíba do Sul, que passa mansinho a trinta metros da minha janela !! Que felicidade a minha ! E que bom ver a alegria voltando ao seu texto !

Maria Rita disse...

Como diria Raul Seixas..."amor só dura em liberdade". É este seu amor sem amarras que faz dos passarinhos seus amigos de alma.

Lindo!

Beijos pra Ti

Mirze Souza disse...

LINDO! ROSS!

Amo pássaros, soltos, claro. Tive um canário que sempre me acordava. Faz tempo que não aparece!

AMEI!

Beijos e bem-te-vi!

Mirze

Batom e poesias disse...

Eraldo

Os pássaros cá do meu lado, são resistentes a despeito do desenvolvimento desenfreado e da quantidade de prédios altos.
Por enquanto estão felizes
:D
Beijos, querido.

Batom e poesias disse...

Bia,

Nada nem ninguém nasceu para ficar preso. Muito menos um animalzinho tão bonito...
Bjcas

Batom e poesias disse...

Flávito!
Não sei em que sentido fica pior.
kkkk
Adorei!
bjs

Batom e poesias disse...

Paradocx,
Então somos dois abençoados.
Fico feliz venha e comente.
bjs

Batom e poesias disse...

Maria Rita
No baú do Raul, ainda tem muitas preciosidades com esta.
Feliz por vir.

Bj

Batom e poesias disse...

Mirze

Bem-te-vejo, minha amiga
Bem-te-leio.

Beijos alados

^~^

^~^

Mário Lopes disse...

Nos intermináveis dias de verão, as aves estão habituadas a vir beber a sombra nas mãos do poeta. Ou as alegrias, por mais escassas que sejam. Por isso, nunca voam para muito longe dele.


Beijo, poeta da vida!

Marcantonio disse...

Mas essa cadelinha quase rouba a cena, entrando de repente como inocente anti-heroína. Rs. Não me admira que eles não se intimidem e até gostem de você, pois todas as imagens que você usa para os passarinhos quase que os humanizam. Esse bem-te-vi é o cara!

Uma delícia de ler esse seu texto!

Beijo.

tonhOliveira disse...



Bem-te-vê por mim!
Bem-te-verei por ele...

Bem-nos-veremos sempre!

Be.M.T.V!

<o\¬

:)

Batom e poesias disse...

Lindas palavras, querido Mário.
Obrigada.
Bj

Batom e poesias disse...

Marcantonio, é muito bom ser lida por seus olhos generosos.
bjs

Batom e poesias disse...

Tonho,
Você é meu maluco beleza predileto!

<o\¬

:D
Bjs

Lara Amaral disse...

Vc é uma passarinha com essa sua voz linda, é claro que não intimidaria os coleguinhas, hehe.

Texto mais gostoso, amiga.

Beijinho, ótimo fim de semana para vc!

dade amorim disse...

Seu texto, muito bom, me fez lembrar dos meus bem-te-vis e dos passarinhos daqui, das árvores em volta de meu prédio. É bom demais ouvir a voz deles logo de manhã, dá uma sensação muito boa de paz, eles transmitem alegria com seus cantos.
Beijo pra você.

Wania disse...

Rossana

Isso é próprio de Almas aladas, minha amiga... assim como a tua!


Bjks

Batom e poesias disse...

Larinha, coleguinha de passarinho é tudo de bom.
Bom domingo minha linda!
bjcas

Batom e poesias disse...

Dade, quanto tempo!
Feliz que tenha vindo.
Um beijo!

Batom e poesias disse...

Wania, "almas aladas" é uma linda imagem.
Beijos, amadica!

Cris de Souza disse...

não é a toa que és rouxinol...

que leitura deliciosa, a melhor que fiz hoje.

beijo, queridíssina.

Miltextos disse...

Bem-te-li, bem-te-vi

Batom e poesias disse...

Cris, lindinha.
Fico contente.
bj

Batom e poesias disse...

Bem-te-ouvi, poetinha.
bj