quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Enchente

imagem do google


Meu dentro
não tem fundo
nem margens
e o mundo 
me é pouco
para correr
Sou sôfrega
ávida
Eu também 
sou trôpega
e sou torrencial
Não domo 
meus rios 
caudalosos
mas tento conter 
meus cataclismos
íntimos
com palavras
de poesia
para manter 
à tona
minha sanidade.