sábado, 19 de junho de 2010

Leviandade


Busco aéreos
pretextos
para a minha rebeldia
Para as vilezas
que cometo dia-a-dia
[fatos e atos
que não se contam
nem carecem dizer]
Não existe
mérito do perdão
para o meu dissoluto
coração
de princípios ambíguos
e equivocados
Declaradamente
não anseio por clemência
Tenho um prazer mórbido
pelas culpas que carrego
Mas confesso que tenho
um medo
Um só medo
Que alguém desvende
do meu ego
o meu segredo
E me revele assim
sem nenhuma amenidade
a exata e abjeta
consistência de mim.

31 comentários:

Fouad Talal disse...

Conta pra mim?
Eu nem faço chantagem... rs

Bjos "menina",
FT

Caio Fernandes disse...

tao sincero .... adorei esse poema Rossana !

Assis Freitas disse...

dissoluto coração é muito bom, assim,


abraço

Flavio Ferrari disse...

A poesia ficou linda ...
Quanto ao resto, relaxa.
De perto, somos todos assim.

Flavio Ferrari disse...

... quer dizer, algumas mais bonitas do que outros ...

Marcantonio disse...

Jamais acontecerá!

Muito bom, Rossana. E Rembrandt na ilustração, essa versão é diferente da que conheço.

Beijo.

♥ Lady ♥ disse...

Belíssima postagem querida!
A essência de cada um de nós é nosso verdadeiro segredo.
Quem desvendará?
Tenha um lindo domingo.
Com carinho,Lady.
Bj

Batom e poesias disse...

Nem eu quero saber Fouad, muito menos espalhar por aí.
:)
Bjcas

Batom e poesias disse...

Caio,
Que bom que gostou.
Seja bem vindo.
bj

Batom e poesias disse...

Meio forte, né Assis?
Que fazer?
Feliz por ter vindo.
bj

Batom e poesias disse...

Flavito, você é um doce.
Vou tentar seguir seu conselho.
bj

Batom e poesias disse...

Pois é Marcantonio, por isso não pus os créditos. Não tenho certeza da autoria.
O "Boi Esquartejado" de Rembrandt , é bastante parecido, mas tem detalhes diferentes.

Gosto quando vem.
bj

Mirze Souza disse...

Ross!

Que lindo poema-confesso!

Esse medo um dia acabará. Adoro ter uma amiga misteriosa assim.
Desse jeitinho!

O Chico ainda te deixou um recado.

Beijos

Mirze

Lara Amaral disse...

Ainda bem que há almas gêmeas poéticas, porque assim, só preciso vir aqui ler e concordar com a cabeça, parece que escreveu para mim.

Beijos.

tonhOliveira disse...



Querida ROSSana

Leve, anda de ponta...

Aos poucos vamos conhecendo os poetas.
Tudo fingidor!? Ahahahah!

...

Já conheci duas Rosanas,
pelas duas apaixonei-me.

Fiz este poema (?) aos 19 anos,
pra uma, mas ofertei pra outra.
(coisa antiga ofertar)

ROSA+ANA

"somei rosa+ana
a soma ficou o quê?
rosa+ana igual...
a soma ficou você

rosa é ma flor
ana uma canção
unindo rosa e ana
nasceu uma paixão

se isto for um sonho
farei a subtração
o resultado será o mesmo
rosana no meu coração!"

(tonho 1971)

...

ROSSana, te cuida! Ahahahah!

beij♥!

Oh not!

T@CITO/XANADU disse...

O homem é a pele...e os ossos,
Braços e rins, sangue e dedos,
Carne exalando remorsos,
Pútrida de ânsias e de medos.

Bom fds!
Tácito

Batom e poesias disse...

Lady, feliz pelo comentário e mais ainda por ter vindo.
Ótima semana!
bjs

Batom e poesias disse...

Mirse

Eu gosto de tudo o que escreve e posta.
Ai o Chico...rss
bjcas

Batom e poesias disse...

Larinha, caminhamos juntinhas....
bjs

contagotas disse...

Medo de si talvez, única delatora de seus segredos.
Percebo agora o layout! rsrs...

bjos

Batom e poesias disse...

TonhO

A-do-rei o poema para suas "Rosanas".

Sou maiS intereSSante, poiS eu tenho um "S" Sobrando...
:)
bjSS

RosSana

Batom e poesias disse...

Tácito, por algum motivo lembrou-me
Augusto dos Anjos.
Mas é assim mesmo que somos.
Leste muito bem meu recado.
bjs

Batom e poesias disse...

Contagotas,
A única delatora e a que mais tem medo de se enxergar...

Que bom que entendeu o lay out.
Queria sabeer seu nome, moça.

bj

glória disse...

Rossana,

Impossível não te ler! Sou fisgada pela tua poesia crua e luminosa.

"Tenho um prazer mórbido
pelas culpas que carrego"

prazer transmudado em lírica!

bjs

Rhalyne disse...

Muito lindo o teu texto =D

Batom e poesias disse...

Glória, eu gosto muito quando vem e comenta.
"Crua e luminosa" são adjetivos que me deixam felizes.

Bjs

Batom e poesias disse...

Rhalyne, eu agradeço o comentário e a visitinha.
bjs

Rodrigo Braga disse...

Nossa mente nos ilumina e atormenta.

Palmas, palmas, palmas para poema.

ryan disse...

eu
meu
breuninguém leu


belo poema. gostei desse eu lirico um tanto que perverso.

Batom e poesias disse...

Culpas, Rodrigo?

brigadu, brigadu, brigadu.
bjcas

Batom e poesias disse...

Um tanto perverso...
Acho que tem razão Ryan.
bjs